Espetáculo » Violência e Paixão, 2001

 

Balé criado para o espetáculo comemorativo dos 20 anos da Cia. (2001), Violência e Paixão fala de sentimentos transformados em ações. Como o amor e o ódio, essa obra é a materialização de emoções extremas em uma tênue linha divisória, onde uma se transforma na outra. Ao abordar várias facetas do relacionamento humano, o espetáculo traz à tona medos e desejos que abrem as portas de um universo exagerado de questionamentos, riscos e prazer.

 

Histórico de apresentações

Teatro Cacilda Becker, Rio de Janeiro – RJ (2009)
Finep: 70 anos de Ferreira Goulart, Rio de Janeiro – RJ (2005)
I Festival de Dança de Cabo Frio – RJ (2005)
I Circuito Trianon de Dança, Campos dos Goytacazes – RJ (2005)
Centro Coreográfico do Rio de Janeiro – RJ (2004)
Circuito Carioca de Dança - Espaço Cultural Sério Porto, Rio de Janeiro - RJ (2003)
VIII Anual Festical Int. Ballet of Miami (2003)
Manuel Artime Theatre, Miami – EUA (2003)
Broward Theatre, Fort Lauderdale – EUA (2003)
Jackie Gleason Theatre, Miami – EUA (2003)
V Festival de dança de Rio das Ostras – RJ (2003)
Teatro Cacilda Becker, Rio de Janeiro – RJ (2002)
Teatro Municipal de Niterói, Niterói – RJ (2002)
Teatro Villa-Lobos, Rio de Janeiro – RJ (2001)
Centro Cultural Iate Clube do Rio de Janeiro – RJ (2001)
Teatro SESC São João de Meriti – RJ (2001)

 

Críticas

“...Porém os grandes triunfadores das duas apresentações no Artime foram os bailarinos da companhia brasileira Nós da Dança. Em Telas (...) eles mostraram seu alto nível técnico e interpretativo. Com Violência e Paixão eles conseguiram um dos momentos inesquecíveis deste 8ª festival.

Violência e Paixão, uma obra de grupo de ajustada continuidade expressiva. Uma reflexão sobre a relação entre homem e mulher influenciada pela dança expressiva centro–européia, porém transformada em experiência pessoal por: Adriana Salomão, Alan Rezende, Fabiana Amaral, Gregory Lorenzutti, Ítalo Ramos, Patrícia Ruel e Stela Máris. Atores e atrizes de um talento dramático quase extravagante”.
(Orlando Taquechel - El Nuevo Herald, Miami – EUA).

“...Cia Nós da Dança, mais uma vez impressiona com seus bailarinos altamente dinâmicos e técnicos e com suas coreografias muito interessantes.”
(Jordan Levin - Miami Herald Journal, Miami – EUA).

 

Material Gráfico

6) violencia-e-paixao-11.jpg